Para que serve o Twitter, afinal?

Não tuito desde ontem. Vou perder seguidores. Tenho que achar alguma coisa legal….
“Sentado no computador, pensando sobre o meu próximo tuite”.

Há uns dois anos li um livro do Shel Israel chamado Twitterville (A Era do Twitter). O subtitulo em português é “Como a ferramenta de mídia colaborativa mais dinâmica da atualidade pode revolucionar seus negócios”.

O autor começa contando a história que o inspirou a escrever o livro. Um estudante americano de fotojornalismo foi preso durante uma demonstração no Egito em 2008 (bem antes da Primavera Árabe). Por algum motivo, o seu celular não foi imediatamente confiscado e ele conseguiu enviar apenas uma palavra pelo Twitter – “Preso”. Ele nem era usuário assíduo do Twitter e não tinha muitos seguidores. Mas através de muitos “retuites” a mensagem chegou até o Departamento de Estado americano que conseguiu negociar rapidamente a sua soltura. Parece história de filme, não é?

O livro conta diversas outras histórias de como o Twitter aproximou grandes empresas dos seus consumidores e na via inversa, como consumidores podem falar diretamente com as empresas, seja para reclamar, sugerir ou até mesmo servirem de porta-voz, quando satisfeitos.

Há ainda histórias de como cidadãos comuns se tornam jornalistas de momento ao reportar fatos que estão vivenciando, uma operação cirúrgica utilizando uma nova técnica sendo transmitida pelo microblog, eleitores conversando diretamente com seus representantes eleitos para gerar melhorias em suas cidades… Lá nos Estados Unidos.

Fiquei maravilhada com o poder do tal do Twitter. Criei um perfil e fui conferir como funcionava.

Decepção.

Tudo que eu via no Twitter brasileiro eram besteiras de adolescente, e gente retuitando as mesmas besteiras infinitamente para chegar nos tais “Trending Topics”. Procurei algumas páginas de empresas mas não vi nada semelhante ao que o livro descrevia. Apenas propaganda.

Abandonei o Twitter até recentemente. Voltei por causa do blog. Mas ainda não peguei o jeito.

E mesmo depois de dois anos, ainda não sei bem qual é a dele aqui no Brasil. Uma única vez que tentei resolver um problema de não entrega de um produto utilizando o Twitter nem tive resposta.

Talvez você já tenha lido por aí. No último domingo, o escritor Marcelo Rubens Paiva, que é paraplégico, ficou 45 minutos aguardando para ser retirado de um avião da TAM no Aeroporto de Congonhas. Resolveu pedir ajuda pelo Twitter com a seguinte mensagem:

"TAM me esqueceu dentro de 1 aviao. Voo 3971. Em Congonhas. Alguem pode ligar e pedir ajuda? Help!"

Vi a notícia no Facebook, através da página do Estadão. Dentre vários comentários demonstrando solidariedade, contando situações semelhantes ou afirmando que o Comandante Rolim deve estar se virando na cova, havia aqueles que ridicularizavam o escritor, insinuando que ele tinha feito isso para “aparecer”.

A impressão que tenho é que a grande maioria das pessoas que usam o Twitter acham que ele só serve mesmo para “fazer aparecer”. É legal ter pencas de seguidores. Mas para quê? Para divulgar o quê? E se todo mundo quer aparecer, vale qualquer coisa.

E quando alguém usa o Twitter por um motivo, vamos dizer, justo, como pedir ajuda, as pessoas criticam.

Ok. Ele poderia ter telefonado para a TAM. Mas será que ele tinha o telefone do call center? E mesmo que tivesse, isso teria ajudado? Duvido que eles tenham um script para “cadeirantes que ficaram esquecidos dentro do avião”. Ele iria passar mais 45 minutos tentando explicar a sua situação para o atendente.

O apelo pelo Twitter foi o jeito certo de denunciar uma situação absurda e constrangedora. E, se isso acontece em uma época normal, imagina nas Paraolimpíadas?

Só para ilustrar, tirei uma foto dos Trending Topics do Brasil em determinado momento de hoje.

Para quem não conhece o termo, Trending Topics ou “TT” são os assuntos mais “discutidos” no Twitter. Eles mudam a cada momento, mas como você pode ver no ranking ao lado, os assuntos “mais relevantes” nessa rede social geralmente não tem a menor importância, a não ser que algo de muito grave esteja acontecendo.

Nem vou gastar o meu tempo ou o seu tentando descrever o que significa cada um deles, mas dá para perceber que a maioria são assuntos de “extrema importância”, como o cantor Justin Bieber ou a série Crepúsculo, além de outros temas igualmente importantes.

O Dia do Escritor, comemorado hoje, apareceu em terceiro lugar. Mas você tem alguma dúvida que não vai permanecer até o final do dia? Afinal, existem assuntos muito mais importantes, não é verdade?

Mas apesar dos Trending Topics, existem algumas situações interessantes no Twitter brasileiro.

O twitter da Lei Seca (@LeiSecaRJ) no Rio de Janeiro que começou apenas para avisar sobre os locais de blitz para que os motoristas pudessem evitá-los evoluiu para transmitir informações em tempo real sobre o trânsito, como engarrafamentos e acidentes.

Uma outra história de bom uso do microblog para o marketing foi o caso onde a Coca-Cola enviou uma sacola térmica com 12 latinhas geladas por conta de uma brincadeira do Twitter.

Por outro lado, nem tudo é maravilhoso no Twitter americano. Pesquisando para esse artigo encontrei essa história ocorrida no início do ano onde o McDonald’s pediu para usuários contarem histórias relacionadas aos lanches e foi inundada de reclamações e histórias assustadoras. Mas, independente de críticas ao McDonald’s, pelo menos é um canal aberto com o consumidor.

Voltando à pergunta do título: “Para que serve o Twitter, afinal?”. Como toda rede social, cada um usa como bem entende.  Uns para seguir e outros para aparecer e serem seguidos.

Sobre os Trending Topics, não pense que no resto do mundo a situação é melhor do que aqui. Afinal, além dos adolescentes que vivem com o nariz enfiado nos seus computadores e smartphones, quem é que tem tempo de passar o dia tuitando?

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. frida milgrom disse:

    Marisa, parabéns pelo blog. Útil e esclarecedor.
    bjs
    Frida

  2. Entrei pelo teu nome(averbuch )e adorei teu trabalho. Parabéns!!!!

Dê sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s