Você sabe o que é crowdfunding?

 Segundo a Wikipedia, os termos em português para crowdfunding são Financiamento coletivo ou Financiamento colaborativo. Mas, como acontece com muitos outros termos, acabamos usando a versão original em inglês.

Ele é mais comumente utilizado para definir iniciativas de obtenção de capital para realização de projetos culturais ou artísticos como a impressão de livros, financiamento de peças de teatro e filmes ou ligados a filantropia.

Antigamente, artistas buscavam mecenas para patrocinar a sua arte.

Em tempos pré-internet, se alguém precisasse de financiamento para um projeto era preciso procurar pessoas ou empresas interessadas em financiá-lo e que, em troca, ficariam com uma parcela dos lucros do projeto.

Hoje em dia, onde a internet permite alcançar milhares de pessoas com interesses comuns, os projetos de crowdfunding se tornam cada vez mais viáveis.

Pessoas comuns, como eu e você, podem colaborar para projetos de interesse, seja porque conhecemos as pessoas envolvidas e queremos dar nosso apoio, seja porque acreditamos que é uma causa válida e queremos colaborar.

De acordo com cada projeto, a colaboração pode ser pequena, como R$ 10,00 ou de quantias mais altas. Geralmente, colaborações mais altas podem resultar em algum tipo de recompensa associada ao projeto como menção do nome do doador, brinde, ingresso ou exemplar, por exemplo.

Você pode estar pensando aí com seus botões que esse conceito de crowdfunding não é tão novo assim. Antes da internet já existiam iniciativas como Criança Esperança, Teleton, Live Aid e vários outros projetos filantrópicos.

Claro que sim! A internet só tornou possível que essa ideia fosse utilizada para financiar outros tipos de projeto que até então não teriam o alcance que a internet pode dar.

Já fazia algum tempo que eu queria escrever sobre esse assunto mas como não conhecia muito, precisaria pesquisar e ele sempre acabava perdendo seu lugar na fila para outros assuntos mais em evidência ou que me inspiravam mais no momento.

Agora a vez dele chegou, inspirada por um post no Facebook.

Ontem, um amigo meu, ator, diretor e professor de teatro divulgou no Facebook o projeto da peça Shuffle, do Teatro Voador Não Identificadoum coletivo de pesquisa em dramaturgia e estética teatral contemporânea formado por alunos da Unirio.

Através desse projeto conheci o Catarse e o Sibite, plataformas brasileiras de financiamento coletivo.

Se você gostou da ideia, visite esses sites e veja os projetos que estão angariando fundos no momento.

Já pensou que você também pode ajudar promover a cultura brasileira e, até mesmo, ver seu nome nos créditos de um filme ou nos agradecimentos de uma peça de teatro?

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Dê sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s